segunda-feira, 30 de abril de 2012

Relatório das atividades do aluno usando Tecnologia Assistiva

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES  EM  TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ACESSÍVEIS
Módulo 2 - Introdução à Informática Acessível
_________________________________________________
Relatório das atividades do aluno usando Tecnologia Assistiva 
Professor-cursista: Katia Aparecida Cibas

1.       Aluno:

Robson (nome fictício)
DN: 25.11.2005
Deficiência: Paralisia Cerebral
Ano escolar: 1º
Habilidades: Robson não apresenta comprometimento cognitivo, é muito esperto, atento, adora ouvir histórias e músicas, já reconhece seu nome e dos colegas, reconhece o alfabeto e numerais. Não apresenta dificuldade nas atividades escolares, as atividades gráficas são realizadas no computador ou ampliadas. Tem boa compreensão e consegue comunicar-se através de sons, olhares ou apontando o que quer.
Dificuldades: apresenta dificuldade nas atividades motoras, devido comprometimento dos membros superiores e inferiores. Não fala.

2. Descrição da atividade planejada pelo professor

Atividade – recontar a história da Páscoa e cantar as músicas: Coelhinho da Páscoa e Coelho Bossa Nova

3. Tecnologia Assistiva escolhida


Prancha de Comunicação, confeccionada com figuras do BoardMaker

4. Reflexão sobre a experiência:
a. Dúvidas, facilidades e dificuldades no manuseio da tecnologia por parte do aluno

Desde março vinha conversando com Robson e sua professora da sala comum,  sobre  a possibilidade do uso de Prancha de Comunicação, porém sem efetivar seu uso. Na semana passada montei a Prancha com figuras sobre a Páscoa e as músicas citadas acima. Em sala de aula a professora contou uma história sobre o significado da Páscoa e pediu para os alunos recontarem. Então mostrei a Prancha ao Robson e disse que ele poderia utilizar para realizar a atividade, ele ficou maravilhado e não teve dificuldade, porém sua professora ficou impaciente com a demora em ele apontar as figuras e também não gostou de “traduzir” a recontagem da história, ao final da aula ela disse que teria sido mais prático que ele escrevesse no computador ou desenhasse o que entendeu. Questionei porque se todos recontaram a história oralmente, ela ficou disse que teria sido mais prático e menos cansativo para ele, expliquei novamente a importância do uso da Prancha para que Robson se comunique com todos. Ele também usou as figuras para acompanhar as músicas. Em outro momento, individualmente, use com ele o Teclado Livre, ele teve muita dificuldade em coordenar os movimentos, preferindo o teclado comum.

b. Análise da produção do aluno: (qualidade do trabalho; estratégias, raciocínios, conceitos  envolvidos...)

Robson saiu-se muito bem com a Prancha de Comunicação, apesar de ser a primeira vez que utilizou antes em atendimento, usávamos miniaturas para facilitar sua comunicação. Ele gostou da Prancha e já confeccionamos uma de rotina com atividades da escola e algumas de casa, combinamos de irmos colocando mais figuras aos poucos. Ele fez questão de apresentar a Prancha para sua mãe e pediu que eu a ensinasse a utilizar também. Nossa maior dificuldade esta sendo a impaciência da professora.

c. Conclusões: (pertinência da atividade, considerações e comentários adicionais, etc.)

Acredito que o uso da Prancha irá facilitar bastante a comunicação de Robson, ainda falta ensinar seus amigos e outros funcionários da escola como utilizá-la e principalmente trabalhar mais em parceria com a professora da sala comum, para que ele perceba a funcionalidade e importância da Prancha de Comunicação.
Quanto ao uso do Teclado Livre não foi eficaz, portanto, não será mais utilizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário